Praynha Pesca Esportiva

CB Login

Pesquisar

Previsão do Tempo

Fernando Nogueira Dias (PRAYNHA)

Mineiro de Conselheiro Lafaiete, aos 6 anos de idade começou a pescar com o seu pai, o locutor José Prainha,  numa lagoa pequena que tinha em sua residência na região central da cidade. Ao mesmo tempo, quando ia para a casa dos avós entre os municípios de Itaverava e Santana dos Montes, eles o levava  para pescar num pequeno rio chamado Guarará, afluente do Rio Piranga da bacia do Rio Doce. Adorava pescar lambaris, piabas e traíras.

Até os 23 anos morou em Lafaiete. Após esta época foi transferido para trabalhar em outras cidades de Minas: Itabira, Barão de Cocais e São Gonçalo do Rio Abaixo, onde pescava na represa de Petí,  até então ir para o Sul do Pará.

Praynha é formado em Administração e Marketing, trabalha como Analista Administrativo em Curionópolis - PA.

Aproveitando as horas de folga do trabalho, aos poucos começou a conhecer os peixes da Bacia Tocantins-Araguaia e passou a desfrutar da pesca de tucunarés, aruanãs, tabaranas, cachorras, pescadas brancas, jaús, etc

Em junho de 2007 fez a sua primeira captura de um tucunaré. Com isso contou para um amigo, José Silvestre, que lhe pediu para fazer um pequeno relato sobre a pesca. Com isso este texto foi encaminhado para o Jornal Correio da Cidade que foi publicado em 30/06/2007. Depois disso, começou a escrever textos para a publicação semanalmente  do jornal, se tornando um colaborador da coluna de pesca.

Atualmente Praynha tem escrito textos para o próprio site, difundindo o que muitos já praticam que é o pesque e solte, pescando no Rio Tocantins na região de São João do Araguaia, Marabá, Itupiranga e Tucuruí no Pará.

Em suas viagens, tem como histórico as pescarias em vários estados brasileiros, bem como até na Bolívia.

Praynha tem como outro hobby a fotografia. Gosta de registrar troféus pequenos e/ou grandes, além de fotografar a fauna, a flora e tudo o que acontece em sua volta.

 

Acontecimento marcante do mundo da pesca:

Em 1998, Praynha saiu de Cons. Lafaiete com destino a feira de Informática em BH, no mesmo dia estava acontecendo uma feira de pesca, então no meio do caminho desistiu da primeira feira e foi até o shopping onde o apresentador e pescador Rubens Almeida Prado “Rubinho”, que hoje é um ícone no que diz respeito a pesca esportiva, estava por lá. Teve o prazer de conhecê-lo, mas nunca imaginou que a pesca se tornaria uma coisa tão importante na sua vida.

Mensagem de pescador para pescador:

"É necessário o pesque e solte, para que nossos filhos e netos tenham os mesmos privilégios que temos com as riquezas que são nossos rios e lagos, com isso traremos divisas para os lugares onde pescamos e  também ajudaremos a preservar o meio ambiente."